domingo, 26 de março de 2017

Diário de um Trilheiro 25/03/2017

Trilha Ilha de Copacabana – Barragem de Goitá
Sábado fomos para a Ilha de Copacabana que fica na Barragem de Goitá, mas gostamos de sair da rotina fomos por trilha até a Barragem. Para não dizer que não pegamos asfalto na ida só foi um pedacinho da BR 232 do Curado II até o Posto Ipiranga na entrada de Santo Alexo depois só trilha do jeito que gostamos.
O nosso objetivo não é fazer percursos longos, nem superação, mas se for preciso e tiver o merecer o esforço estamos dentro, foi o que aconteceu com esse pedal misto. Foram 33 km de trilha com muitas ladeiras e 20 km de asfalto, todo esse esforço valeu apena. O importante não foram os 53 km sim o que desfrutamos durante a trilha.
O nosso maior ponto positivo foi o que o Erik em uma enviou de  áudio para o nosso grupo colocou muito bem: Pense no grupo arretado é esse, um pensamento em família, união, todo mundo junto vai para frente isso viu!
A outra colocação foi a do Nelson:  O nosso grupo sabe separa bem o momento de fazer trilha leve e pesada, ninguém fica para trás, aqui todos são bem vindos independente do condicionamento físico. A única coisa que queremos é que a galera goste de pedalar. Vamos que vamos!
                Não pensem que esta surgindo mais um grupo, não, somos um grupo de amigos, velhos amigos ou novos amigos, que gostamos de fazer trilha, só trilha e da boa!
Esse sábado não foi melhor por causa do nosso amigo Gigante, o mentor dessa trilha, que não pode nos acompanhar  por problema mecânico.
Valeu galera por mais um sábado cheio de calor humano.
E agradeço principalmente a Deus por Ele nos abençoa com um domingo maravilho.

Gundo 25/03/2017

quinta-feira, 23 de março de 2017

Diário de um Trilheiro 18/03/2017

Trilha Bar do Vento.
Sabemos que essa parceria dá certo Gigante com a sua turma e Eu, toda trilha é show. Iniciamos pela TRILHA DA AMNÉSIA algumas partes parecendo sabão, mas faz parte. Depois voltamos para a BR 232 e seguimos até a entrada de Matriz da Luz, passamos perto da antiga SEDE DO AQUABIKE e seguimos até o BAR DO VENTO por trilhas cheias de aventuras. Passamos +/- 1 hora para depois fazer aquele singletrack descendo show de bola aonde arrancou gritos de vibrações do Gigante, porque a descida é show, muito show.
A turma nota 10, muito calor humano, nada de exceder o limite, o negocio é fazer belas trilhas e curtir muito e foi o que fizemos hoje. Se tiver duvida venha comprovar!
Valeu Gigante e sua turma e ao nosso novo amigo o Nelson, novo morador do Curado.
E agradeço principalmente a Deus por Ele nos abençoa com um domingo maravilho.
Gundo 18/03/2017


Diário de um Trilheiro 12/03/2017

Voltando a Bonito.
Em 08 de fevereiro de 2012 fizemos um evento em Bonito que o Grande Falcone colocou o nome de TRILHA EM BONITO COM ELAS PARA ELAS, esse evento foram 100 ciclistas de todos os cantos foi aonde o Falcone e o Hazin apresentou o que Bonito tinha e tem de bonito.
O Marcos fez o convite para fazer uma trilha em Bonito e aceite. Saímos de Recife e alguns de Jaboatão em carros particulares e fomos tomar um café da manhã em Gravata para depois seguir para o Camping Mágico – Bonito onde iniciaremos a trilha. Ao chegar próximo ao Camping Mágico mudamos o ponto inicial da trilha para o EcoParque.
 

Como vocês podem notar vamos iniciar a trilha por baixo coisas que poucos fazem, normalmente iniciam no ponto mais alto. Ao inicia tome chuva e a trilha foi rolando e tome chuva, passamos pela CACHOEIRA DO PARAISO e tome chuva, chegamos a CACHOEIRA DA PEDRA REDONDA e da GRUTA onde seguimos por uma trilha a pé para a CACHOEIRA VÉU DA NOIVA e nome chuva. Retornamos ao restaurante da Pedra Redonda, tomamos um caldinho para esquenta e forra o bucho e seguimos subindo, subindo e subindo até um bar que fica próxima a cachoeira Véu da Noiva onde encontramos um grupo que todo ano em março faz essa trilha. Depois de bater um bom papo seguimos para pista principal onde iniciamos a nossa descida até o ponto inicial já que subimos e subimos agora aproveitar a descida que seria muito longa.
Novamente agradeço o Marcos pelo convite, galera muito boa.
E agradeço principalmente a Deus por Ele nos abençoa com um domingo maravilho.
Na próxima trilha em Bonito teremos novidades, trechos novos.

Gundo 12/03/2017

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Diário de um Trilheiro 17/02/2017

O Franz e o Fabio estavam com lanternas novas por isso surgiu à ideia de fazer uma trilha noturna mesmo que fosse pequena, mas o que queríamos era relembrar os velhos tempos que juntávamos um bando de amigos e se enfiávamos dentro das matas sem horário de volta e com a possibilidade se perde como já aconteceu.
Colocamos uma mensagem no nosso grupo do whatsapp ai o Marcão informou que também irei fazer uma trilha no Curado e que podíamos nos juntar, ótima ideia. Marcamos o encontro na UPA do Curado II às 20:00.
O grupo eram 10 aventureiros puxados por um velho amigo o Germano, quem não conhece Germano. A idéia era fazer Brennand e Santa Rosa, mas imprevistos acontece.
Na subida de Brennand onde normalmente descemos não subimos já no final o pneu traseiro da minha bike furou, ai foi preciso fazer a troca da câmera de ar para podemos continuar foi ai que um dos aventureiros notou que tinha perdido a carteira, esse foi o nosso imprevisto. O Franz aproveitou porque estava sem ritmo que iria voltar, o grupo todo precisou fazer todo o percurso que já tínhamos feito para tentar achar a carteira, mas não conseguimos. Quando chegamos ao ponto incial da trilha Eu, Fabio e Franz voltamos para o Curado e Marcos, Germano e outros continuaram a trilha.
O  bom foi rever os amigos, sentir o gostinho do que é fazer uma trilha noturna e com o inicio muito bom, parabéns ao Germano. Agradeço ao Marcos pelo o convite e principalmente a Deus por ter nos protegido, por que sem Ele não somos nada.

Gundo 17/02/2017